O sonho do hexa está adiado para 2022. Na Copa da Rússia o Brasil caiu nas quartas de final diante dos gigantes belgas. A seleção até jogou bem, criou chances, acertou a trave, perdeu muitos gols. Mas falhou muito também, fez gol contra, não conseguiu parar o contra ataque do segundo gol e acabou eliminada. O trabalho, porém, foi bom. Vale lembrar que antes do técnico Tite assumir a seleção corria o risco de sequer ir ao mundial. O projeto tem que continuar visando a Copa América 2019 e as Eliminatórias. Clique aqui e veja a ficha técnica do jogo.

MEDITAÇÃO
Tributai ao SENHOR a glória devida ao seu nome; trazei oferendas e entrai nos seus átrios; adorai o SENHOR na beleza da sua santidade.
1 Crônicas 16.29

Clique sobre as taças.

A foto acima é do primeiro jogo da seleção brasileira marcado e convocado pela Federação Brasileira de Sports e foi realizado no dia 21 de julho de 1914 no Campo da Rua Guanabara, hoje Estádio das Laranjeiras (RJ). O adversário Exeter City disputava na época a terceira divisão inglesa e excursionava para disputar amistosos. A seleção entrou em campo com Marcos de Mendonça (Fluminense); Píndaro (Flamengo) e Nery (Flamengo); Sylvio Lagreca (São Bento), Rubens Salles (Paulistano) e Rolando (Botafogo); Abelardo (Botafogo), Oswaldo Gomes (Fluminense), Friedenreich (Ypiranga), Osman (América) e Formiga (Ypiranga). A Comissão Técnica era formada por Sylvio Lagreca (técnico) e Rubens Salles (capitão). Os gols foram marcados por Osvaldo Gomes aos 15 e Osman aos 30 minutos do primeiro tempo.

A camisa da seleção cai bem em todo craque. Do inteligente Sócrates que com seu companheiro Zico formaram uma das melhores duplas de todos os tempos ao genial atacante Romário. Até mesmo Maradona ficou muito bem com a amarelinha ganha de seu amigo Careca.

Maior jogador de todos os tempos, ganhou três Copas do Mundo e marcou 95 gols em 114 jogos pela seleção. Essa é uma das fotos mais emblemáticas de Pelé com a camisa do Brasil. Em pleno Maracanã seu suor formou caprichosamente um coração para simbolizar o amor do rei à seleção.

Voltar

Copyright ©
Todos os direitos reservados para UEFE